Maranhão Agora -

O PAÇO PEDE URGÊNCIA

O movimento contra a fraude do concurso em manifestação de frente ao MP do Maiobão

Existem forças obscuras em Paço do Lumiar que a muito tempo vem agindo de forma nociva contra os luminenses em beneficio a um grupo político que nada mais faz da vida que não seja sonhar em apossar-se de fato do poder no município sem se importa a quem possa prejudicar durante essa jornada infecciosa.
De encontro a isso também existem pessoas prontas para o combate a despeito da maioria da população que geralmente aceita calada todo o mal causado por essas quadrilhas elaboradas e estrategicamente bem relacionadas com o poder, há pessoas que não temem o choque, que não se deixam tomar pelo medo, que possuem esse desejo insano pela verdade, pela justiça e pela manutenção da ordem.
A narrativa heroica não é ficção, está acontecendo e todos os luminenses devem tomar conhecimento, devem tomar para si o desejo de justiça, não devem deixar morrer sua legitimidade diante dos processos sociais como é o caso do último concurso público que se realizou em Paço do Lumiar onde se formou um palco de horrores que destruiu o sonho de muita gente. Uma verdadeira ORCRIM (Organização Criminosa), que beneficiou vereadores de mandato, renovado graças a esse crime, juízes, desembargadores e empresários do ramo da advocacia e outros elementos inescrupulosos que se juntaram para tirar o direito do cidadão comum de ter um futuro melhor.


Nesta semana, mais precisamente na manhã do dia 11 de fevereiro do mês corrente, lideranças do Movimento Contra a Fraude do Concurso Público de Paço do Lumiar, estiveram reunidas em protesto frente ao Ministério Público luminense, reivindicando do mesmo um posicionamento, já que não vem dando respostas a sociedade sobre o andamento dessa investigação. Temendo um suposto acobertamento e superando imperecíveis prazos no tramite das investigações, o MPE vem deixando a desejar pelo desempenho muito abaixo das expectativas do “Jô” mais paciente, o que tem levado a população a imaginar que existe algo de muito improcedente.
Para a semana o grupo promete manter uma via cruzes em busca de justiça, na terça 16, estarão em comissão junto a Câmara Municipal de Paço do Lumiar buscando um posicionamento do poder legislativo quanto ao caso, na quarta 17, prometem ir à Secretaria de Segurança Pública acompanhar o processo e pedir a conclusão desse inquérito, e também no dia 25 estarão realizando um ato frente ao Tribunal de Justiça do Maranhão para manifestar o sentimento de revolta quanto a situação a que se refere o movimento.

Membro do Movimento dando entrada no MP com o pedido de audiência